Segundo pesquisa do Ministério da Saúde, a hipertensão atinge 23.3% dos brasileiros e o sal é apontado como o grande vilão por ser a maior causa da doença. Diretamente ligada aos problemas de coração, a doença pode afetar a visão. Principalmente, no leito vascular de órgãos alvo, dentre estes, os olhos. O diagnóstico precoce dos sinais e lesões referentes à retinopatia hipertensiva (distúrbio de visão que ocorre quando a pressão arterial torna-se extremamente elevada) permite avaliar a gravidade da hipertensão arterial, e, principalmente, realizar um acompanhamento evolutivo das lesões orgânicas hipertensivas como hemorragias na retina, microaneurismas, exudatos - extravasamento de gordura - espasmos arteriolares e estase de papila. Outra complicação decorrente da hipertensão é a obstrução da circulação sanguínea retineana que ocorre, principalmente, em indivíduos idosos com histórico de glaucoma, diabetes, hipertensão arterial ou doenças que provocam alterações na coagulação do sangue.

18.11.2015