O que é Glaucoma?

O QUE É GLAUCOMA?

O glaucoma é uma doença incurável. Faz parte de um grupo de doenças oculares que pode levar à cegueira por danificar o nervo óptico. O olho produz continuamente um fluido, denominado a fase aquosa, que deve escoar a partir do olho para manter a pressão intraocular saudável.

O portador apresenta como primeiro sinal da doença a visão periférica ou lateral prejudicada. Logo mais, vai perceber a visão turva, náuseas e dores de cabeça. Também “luzes” brilhantes. É a doença que se instalou.

Esse sistema de drenagem dos olhos lembra o ralo de um chuveiro. Quando o escoamento é normal tudo permanece em ordem. Quando o ralo não escoa, a confusão está formada. Nos olhos, esse “entupimento” gera uma pressão muito grande e provoca danos no nervo ótico (que transmite a informação do olho para o cérebro), diminuindo a visão e, em muitos casos, levando à perda da visão.

A consequência é perceber, inicialmente, a visão de túnel, como se olhasse através de um tubo ou em um túnel estreito. Este efeito torna difícil caminhar sem esbarrar em objetos que estão ao lado, perto da cabeça, ou no chão. O glaucoma pode ser tratado, mas não curado. O dano ao nervo óptico não pode ser revertida. No entanto, a redução da pressão no olho pode evitar maiores danos ao nervo óptico, diminuindo a perda de visão periférica.

O tratamento do glaucoma tem por objetivo a diminuição da pressão intraocular até os níveis indicados para aquela pessoa, individualmente. Muitas vezes, somente o uso de colírios específicos resolve o problema. Caso não houver êxito, a cirurgia (podendo ser a laser) é indicada.

Não se deve esperar pelos sintomas, a prevenção deve começar hoje. Procure um oftalmologista sem demora caso você tenha histórico familiar de glaucoma ou está há tempos sem passar por um exame oftalmológico.

Fonte: Hospital de olhos do Paraná

11.05.2016